22 de mai de 2013

Meus companheiros!

   Estava aqui dando boa noite pros meus cachorros e pensando no quão incondicional é o amor deles por nós não é mesmo? Mesmo pisando em suas patas sem querer, ou quando ficamos bravos com eles... Pensei também em adoção. Já perceberam que muitos falam tanto de adoção e quando você vai ver essa pessoas só tem cães de raça? Não que não tenha alguns cães de raça para serem adotado, mas a questão é que vira lata sofre discriminação o tempo toda. Quem nunca ouviu aquela pérola (pelo menos para mim é) "Meu cachorro é meio de raça, o pai dele era tal raça e a mãe dele outra" e nisso a pessoa fica toda embaraçada só por seu cachorro ser um vira lata e quer dar milhões de explicações, ninguém merece! 





   Apresento-lhes os meus bebês:
   Sierra minha cachorrinha preta. Ela é pequena e suas patas são grandes, não se engane com essa aparência de uma pelúcia fofa, as vezes ela fica revoltada e morde o calcanhar de todos, não gosta que a peguem no colo muito menos de pessoas pegajosas, adoro tomar chuva, tem uma força extraordinária, é super pesada mesmo sendo pequena, ela desconfia de tudo e de todos e late por tudo desde algumas pombinhas (que teimam em aparecer aqui pra comer a ração da minha gata) até mesmo uma pipa no céu!
   Danny que eu chamo de ovelhinha. Ele é um verdadeiro príncipe, é doce, carinhoso, apanha algumas vezes da Sierra, ama tomar banho, é muito ciumento e muito medroso também, ele adora dar abraços (sim ele abraça com suas patinhas é uma das coisas mais linda desse mundo). Ele sorri todas as vezes que me vê e faz tanta festa quando eu chego em casa, que por mais que o dia tenha sido ruim eu fico feliz por ter essa bolinha de pelo que me ama muito e que eu amo muito também <3


   Ucker: Sim eu era muito fã de RBD, tinha apenas 12 anos. Meu pai trouxe ele la da Bahia, na verdade trouxe um casal mas a fêmea morreu. Logo depois fiquei sabendo que o Ucker era a fêmea e quem morreu foi o macho. Meio que complicado não? Mas até hoje chamo ele de Uckerzito. Poxa descobri que ela era fêmea depois de 6 anos, não da pra mudar o nome agora ou da? Isso é algo pra ser questionado.

   Nikita: Esse nome por conta da música do Elton John! Deu pra ver que sou muito musical não é?
Ela foi jogada pelo meu bairro e teve filhotes na minha laje, no começo ninguém queria ela e depois todo mundo morria de amores, o favorito dela era meu pai, mas logo que ele adoeceu e ficou de cama a favorita dela começou a ser a minha mãe e logo depois que minha mãe começou a trabalhar ela ficou grudada em mim, mas minha mãe continua como favorita. Ela gosta de carinho apenas quando ela quer, nunca faz necessidades dentro de casa, bate na porta pra entrar e quase nunca mia, só ouvimos seus miados quando ela pede pra sair de casa, quando esta com fome ou quando matou algum passarinho, lagartixas.
Adora doces e se for dar algo pra ela comer tem que ser em pedaços bem pequenos, dois pedacinhos e ela já nem quer mais. Essa gata parece até gente, muita perfeita né? E como diz na música: Nikita I need you so ♪


   Trilha sonora de hoje: 93 million miles - Jason Mraz






Nenhum comentário :

Postar um comentário