16 de fev de 2014

Minhas ladainhas



Desabafo Existencial

“O foco quanto mais dramático for, mais atraente se torna, o homem se faz de sofrido e conforta-se com futilidades. Qual é o motivo de alimentar esse desejo intenso que faz as pessoas não suprirem suas necessidades?
Essa dosagem insuficiente de sabedoria me destrói, fico descontente pelo fato de nada responder a questão da nossa existência. Detesto essa forma de política, mas ao menos em minha opinião não existe ainda um sistema totalmente perfeito, agora penso que isso tudo ainda está errado. Quem saberá dizer o que é e o que não é justiça? E essa angustia causada pelos meus pensamentos sombrios? Sem essa de vida eterna, isso é uma ingênua impressão, pois não passa de um impulso do medo.

Quero conseguir me expressar, quero mudar tudo bem rápido e de uma vez, quero encontrar algo que realmente me dê todo prazer do mundo, não quero ter mais incertezas, mas sou fraca, fraca por não enfrentar ninguém, por não tomar decisões, por culpar essa sociedade nojenta e não correr atrás, fraca por não conseguir ser uma heroína dos sonhos e mais fraca ainda por ter chegado até esse ponto da minha vida onde pareço um zumbi e não faço algo pra mudar isso, é como estar esperando um buraco negro me engolir. Quero acabar com essa auto-insuficiência”

Ps: Só coloquei uma foto no começo do post pra ilustrar  gosto der ler coisas que tenham imagens (as loucuras)

Trilha sonora de hoje: Something to believe in - Poison

Nenhum comentário :

Postar um comentário