30 de jan de 2016

Não mudaram, eu mudei


Esses dias eu estava conversando com algumas pessoas e meio que analisava cada uma, o papo tava muito chato, eu estava me esforçando pra manter o dialogo, tudo me parecia um desperdício de tempo, fiquei pensando:

“Quando fulano ficou tão fútil, insensível e egoísta?”
“Quando foi que ciclano começou a dar esse discurso de ódio?”

No começo eu tentei negar aquilo e acreditar que eram as mesmas pessoas que eu conhecia antigamente, mas ao chegar em casa e colocar a cabeça no travesseiro eu confirmei comigo mesma, eles realmente eram as pessoas que eu havia conhecido, continuavam gostando das mesmas coisas, continuavam conversando sobre os mesmos assuntos, dando as mesmas opiniões, não se interessavam por nada novo, não leram um livro que fizesse diferença em suas vidas, não refletiam ou pensavam no mundo, nos outros, não evoluíram. Eles nunca mudaram, sempre foram os mesmos, não foram eles que mudaram, fui eu!
É aterrorizante ver que me comportava e pensava como eles e muito estranho ver que não temos praticamente nada em comum, mas o pior é eu ter insistido em colegas/amigos que não fazem questão de sair de suas bolhas.



Nenhum comentário :

Postar um comentário